• Brasil
  • Ingles
  • França

Visões urbanísticas conflitantes entre Paes e Fajardo pesaram na saída do urbanista do governo

Publicado em: 03-08-2022

O prefeito da cidade do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD), enviou uma mensagem ao alto escalão do seu governo oficializando a saída do secretário de Planejamento Urbano, Washington Fajardo. No comunicado Paes ressalta que ambos têm visões e pensamentos conflitantes sobre a cidade do Rio. A informação havia sido veiculada pelo jornalista Ancelmo Gois (O Globo) e repercutida pelo Diário do Rio, nesta terça-feira. A exoneração de Washington Fajardo será publicada no Diário Oficial de quinta-feira (4). As informações são dos jornais Diário do Rio e O Globo.

O urbanista, que é conhecido por ser enérgico e workaholic, travava uma luta inglória contra a desordem urbana no Centro da capital, tendo que enfrentar, inclusive, a falta de ação da subprefeitura no tocante à revitalização da região.

De acordo com o jornal O Globo, a saída do secretário teria ocorrido por vários de motivos, sendo o maior deles a apresentação de um projeto de lei autorizando a legalização dos puxadinhos, especialmente na Zona Sul, por meio do pagamento de taxas. O secretário, que tentava reorganizar a legislação urbana através da revisão do Plano Diretor, não havia sido consultado sobre a normativa. Quando a lei foi apresentada, Fajardo estava de férias. Vale lembrar que o ex-prefeito Marcelo Crivella (Republicanos) já havia proposto uma lei semelhante, que foi derrubada pela Justiça.

Ainda de acordo com o veículo, Washington Fajardo teria ainda outro motivo para sair do governo Paes: o projeto que muda gabaritos na Barra da Tijuca e em Jacarepaguá para a construção de um novo parque em Inhoaíba. O projeto teria sido enviado ao Legislativo municipal sem a consulta prévia de Fajardo, que sofreu críticas do mesmo Legislativo em razão do Plano Diretor, considerado por alguns vereadores excessivamente teórico.

Conforme repercutiu o Diário do Rio desta terça-feira, o secretário foi o grande responsável pelo projeto Reviver Centro cuja finalidade é revitalização local, com o desenvolvimento de projetos residenciais adequado à região, que ele considera como o “berço da civilização brasileira”.

Fajardo teria, inclusive comemorado em rua rede social, nesta terça-feira, a conversão de mais um edificação em unidade residencial na Rua Gonçalves Dias, perto da Confeitaria Colombo. Segundo o Diário do Rio, “com esse, chegariam a 27 os pedidos de licenças vinculados às novas regras urbanísticas. Desse total, 18 já foram concedidos, totalizando 1.317 unidades residenciais. Os outros 9 pedidos estão em análise e preveem 573 unidades habitacionais. O total de unidades habitacionais das 27 licenças é de 1.890 unidades residenciais. (…) A ética e a competência de Fajardo farão falta ao Rio de Janeiro”.

Washignton Fajardo, que trabalhou com Eduardo Paes em seus dois primeiros mandatos, também esteve à frente do novo Plano Diretor da Cidade.

Segundo o Globo, Fajardo não quis comentar as recentes polêmicas urbanísticas. Já Eduardo Paes não respondeu ao contato tentado pelo jornal.

Ops! Não achamos o conteúdo que você tentou acessar.

O conteúdo que você tentou acessar não existe ou ocorreu algum erro no nosso site. Mande um e-mail para nossa equipe relatando o problema. Obrigado!

Ops! Acesso não autorizado!

Opa! você tentou acessar um conteúdo que não está disponível publicamente. Gostaria de mandar um e-mail informando a nossa equipe? Iremos investigar e resolver o problema. Obrigado!

Ops! Nenhum imóvel encontrado.

Ainda não encontramos nenhum imóvel com as caracteristicas selecionadas.
Continue buscando, temos certeza que você vai encontrar o imóvel dos seus sonhos.

Você também pode enviar um e-mail para nossa equipe que vamos te ajudar a encontrar seu imóvel.

Ops! Ocorreu um erro inesperado!

O servidor retornou uma informaçao inválida. Por favor, tente novamente.
Caso o erro persista, você também pode enviar um e-mail para nossa equipe.

Obrigado e desculpe pelo transtorno!

loading...
carregando